Chega de plástico!

Nossa fundadora empunha caneta da ONU
9 de outubro de 2019
5º Encontro da Guardiãs da Água na Moda. Juntos somos transformadores.
11 de outubro de 2019
Mostrar todos

Chega de plástico!

Quando muitas vozes se unem pela mesma causa, é sinal que os tempos estão mudando. E mudando para melhor.

A Unilever, um dos maiores grupos de alimentos e cosméticos do mundo, acaba de anunciar seu compromisso em reduzir em pela metade suas embalagens feitas de plástico novo até 2025.

Leia abaixo matéria completa do Fashion Network sobre a notícia de sustentabilidade que chamou a atenção do mundo todo.

 “Até 2025, a Unilever irá reduzir pela metade suas embalagens plásticas e coletará mais embalagens plásticas do que comercializa”, afirmou em comunicado o grupo anglo-holandês, que é proprietário de mais de 400 marcas, incluindo Knorr, Lipton, Magnum e Dove.

O grupo, cuja “pegada plástica” é de cerca de 700.000 toneladas por ano, quer acelerar o uso de plástico reciclado e cessar o uso automático de embalagens individuais de produtos, como sorvete ou sabonete.

“O plástico tem seu lugar, mas não no meio ambiente. Só conseguiremos reduzir o desperdício de plástico agindo rapidamente e tomando medidas drásticas”, disse em comunicado o diretor geral do grupo, Alan Jope. “Precisamos introduzir novos materiais de embalagem inovadores e desenvolver novos modelos de negócios, como embalagens reutilizáveis”, e isso com velocidade e intensidade sem precedentes”, acrescentou.

As grandes multinacionais estão enfrentando crescente pressão dos consumidores, enquanto a preocupação com clima e o meio ambiente se torna cada vez mais importante. Em setembro, dezenove empresas, incluindo Unilever, Nestlé, Google e L’Oréal, apresentaram uma “coalizão” para proteger a biodiversidade na Cúpula de Ação Climática da ONU, realizada em Nova York.

Em 2010, a Unilever, que emprega cerca de 160.000 pessoas globalmente, também se comprometeu – juntamente com outros grandes grupos como a Nestlé – a atingir a meta de desmatamento zero em uma década com uma abordagem “responsável” na escolha de seus fornecedores de carne, óleo de palma, soja, entre outros.

Agora nos resta acompanhar os movimentos da multinacional, de hoje até 2025, para conferir se em holandês, promessa também é dívida.

FONTE: FASHION NETWORK

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

USE A SUA VOZ PARA PROVOCAR MUDANÇAS NA MODA!

Preencha o formulário e descubra como você pode ajudar a MODA a reduzir seu consumo de água!
Faça parte dessa causa!