Embalagens regenerativas são a próxima onda.

Positiva e Circular, essa é a moda do futuro.
27 de agosto de 2019
Conhece o Programa ZERØ? Nossas água agradecem.
27 de agosto de 2019
Mostrar todos

Embalagens regenerativas são a próxima onda.

Acaba de ser publicada no site de tendências JWT Intelligence, uma matéria sobre a onda biodegradável que invade as prateleiras da moda, beleza e design no mundo. O movimento A Moda Pela Água traz em primeira mão algumas dessas inovações surpreendentes!

“A medida que os consumidores se tornam mais conscientes do impacto das embalagens no meio ambiente, aparecem soluções sustentáveis que permitem que os consumidores se sintam bem, em vez de culpados, com os efeitos ambientais das suas compras. Algumas marcas estão encontrando formas inventivas e sustentáveis de embalar seus produtos. Em vez de usar materiais que danificam o planeta, elas estão experimentando alternativas biodegradáveis que contribuem positivamente.”

Veja abaixo, dois exemplos incríveis de embalagens que seguem a mentalidade verde.

Haeckels – Em agosto, a marca britânica de bem-estar estreou sua embalagem de “bio contribuição”. Projetada para velas aromáticas, produtos para a pele e cabelo, a caixa é feita de micélio, um material que combina raízes de cogumelos, serragem, linho e palha de cânhamo. O material resultante, depois de seco, é leve e resiste ao impacto e ao calor. E ainda, para completar, o papel que envolve a caixa é feito de sementes de flores silvestres. Ou seja, na “decomposição” da embalagem, os dois meterias  ao serem enterrados juntos, poderão brotar e alimentar abelhas. Não é incrível?

Lush Cosméticos –  A brand destaca que metade dos seus produtos são vendidos “nus”, ou seja, sem embalagens. E agora, em agosto, obtiveram a cerificação Carbon Trust do Reino Unido. Isso garante que os potes de cortiça das embalagens de shampoo são neutros em carbono. Para completar e seguir a tendência de regeneração da sustentabilidade, a Lush enfatiza que o sequestro de carbono é conseguido através de 20 mil árvores nativas que foram plantadas no sul de Portugal, exatamente de onde a rolha é originária. Fantástico, não?

Os exemplos da Haeckels e da Lush chamam a atenção do movimento A Moda Pela Água pela capacidade criativa que a indústria tem demonstrado para enfrentar o desafio de atender um consumidor cada dia mais exigente com relação aos produtos que consome. Sinal de que a sustentabilidade não é mais um valor agregado. É um valor primordial.

2 Comments

  1. Eu uso o próprio tecido dos meus biquínis para fazer suas embalagens, transformados em lindas sacolinhas que são utilizados como acessórios pelas nossas clientes.

    • Renata Namo disse:

      Olá Silvana,
      Obrigada por entrar em contato.
      Devem ser lindas as suas embalagens de tecido, parabéns pela iniciativa e vamos juntos nessa jornada em favor do meio ambiente!
      Grande abraço,
      Time AMPA

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

USE A SUA VOZ PARA PROVOCAR MUDANÇAS NA MODA!

Preencha o formulário e descubra como você pode ajudar a MODA a reduzir seu consumo de água!
Faça parte dessa causa!