Segundo encontro das Empresas Guardiãs. Nosso movimento avança!

ABIT participa da conversa água, moda e o papel de cada um
11 de julho de 2019
“Perto de muita água tudo é feliz.” Guimarães Rosa, citado por Marussia Whately
19 de julho de 2019
Mostrar todos

Segundo encontro das Empresas Guardiãs. Nosso movimento avança!

Aconteceu essa semana, dia 17/07, no showroom das Lojas Marisa, Barra Funda – SP, o segundo encontro das Empresas Guardiãs da “A Moda pela Água”.

Lista de presença no final do texto*

O evento contou com a ilustre participação de Marussia Whately, arquiteta e urbanista, especializada em recursos hídricos e saneamento, reconhecida mundialmente pelo seu trabalho à frente da Aliança pela Água, autora do livro “O século da escassez: Uma nova cultura de cuidado com a água”, dentre outras atividades. (Leia matéria completa sobre Marussia no próximo post).

Os participantes mostraram-se profundamente envolvidos com a apresentação de Marussia, ainda que a exposição da especialista não tivesse a moda como ponto central.

Chiara Gadaleta, fundadora do ECOERA e do movimento A Moda Pela Água e mediadora do encontro, fez apresentação sobre tendências da “nova sustentabilidade” e dividiu com o grupo uma série de iniciativas ligadas a água, reunidas pela consultora durante sua recente viagem aos Estados Unidos.

Encerrando a reunião, as Guardiãs da Moda pela Água apresentaram as últimas novidades que cada marca está lançando, já dentro dos conceitos “water friendly”.

Veja abaixo os destaques de cada um desses momentos do encontro e celebre com a gente as pequenas-grandes vitórias que o movimento vem somando!

MARUSSIA:

“Clima e água são indissociáveis.”

 “O século XX foi a era de ouro da água. O século XXI será marcado pela crise da escassez.”

 “O Brasil tem muita água, mas é mal distribuída. 70/80% da água estão na Amazônia e 75% da população estão no Nordeste e no Sudeste.  E água não se teletransporta!”

 “Agua cai do céu, ela não vai acabar.  Mas estamos destruindo as áreas de renovação de água: os Oceanos, várzeas, florestas e rios.”

“Devemos olhar menos para a falta de água e mais para o problema da qualidade da água.”

Leia mais sobre a explanação da Marussia no próximo post.

CHIARA:

Citando o trend report JWT Intelligence, Chiara destaca os seguintes pontos:

Regeneração é a palavra-chave da nova sustentabilidade.”

 “Segundo o dicionário, regeneração é a capacidade dos tecidos, órgãos e organismos se renovarem ou se recomporem após danos físicos consideráveis. Ou seja, exatamente o que estamos enfrentando agora com relação aos recursos naturais.”

 “A sustentabilidade como nós a conhecemos está morta. Fazer menos mal, já não é mais o suficiente.”

 “Os negócios e as marcas têm a oportunidade de ocupar um papel decisivo na sustentabilidade do futuro. E devem pôr a REGENERAÇÃO no coração das suas estratégias.”

 “Os consumidores já estão operando a partir de um sustainability mindset.”

 “O voto que vem da carteira é a nova arma poderosa do consumidor.”

 “A moda é um grande agente de comunicação e tem o desafio de praticar a comunicação não-violenta*. Aquela que é empática, que aborda verdades inconvenientes e compartilha a vulnerabilidade.”

 “Valores comuns, Comunidade e Abundância são as palavras que mais ecoam hoje em dia na comunicação da moda sustentável, uma comunicação não-violenta.”

 “Nos EUA a responsabilidade compartilhada já se tornou um lifestyle.”

leia mais sobre Comunicação não-violenta no próximo post.

GUARDIÃS DA ÁGUA PELA MODA:

VICUNHA:

O Sr. Marcel Imaizumi da da Vicunha, destacou os seguintes pontos:

“Os consumidores são os grandes agentes de transformação no aspecto do consumo consciente de água, porém as informações que eles recebem ainda são muito rasas.”

 “O Ceará, por exemplo, é uma estado-modelo de segurança hídrica. O poder público desenvolveu uma série de ações de convivência com a seca que vêm garantindo o abastecimento d’água nos municípios, apesar dos cinco anos seguidos de estiagem. E muito pouca gente sabe disso!”

 Precisamos de menos utopia e mais pragmatismo. Dados, como o projeto da Pegada Hídrica, desenvolvido pela Vicunha, são cada dia mais necessários para informar o consumidor com profundidade.”

MARISA:

Carla Bello e outras profissionais do departamento de MKT da companhia, comunicaram que, em parceria com a Vicunha, vão lançar o primeiro produto feito a partir de jeans sustentável.

“O envolvimento com toda a cadeia de produção dessa linha de jeans engajou os colaboradores de maneira imediata, espontânea e impressionante!”

“Montamos um comitê que se formou rapidamente entre os colaboradores: quanto mais jovens, mais envolvidos!”

“Teremos uma série de podcasts para comunicar o lançamento, o que também é super inovador aqui na Marisa.”

“A TV Marisa, um canal interno, vai munir as vendedoras das lojas com informações completas sobre a produção do novo jeans e elas poderão dividir o conhecimento com as consumidoras.”

LUNELLI:

Deizimara de Oliveira, do departamento de estilo da empresa, comunicou que a grife Hangar 33 vai lançar coleção de inverno com jeans sustentável, focado na água.

“As ações de uso responsável, reaproveitamento e outras medidas, foram ainda mais enfatizados na concepção da linha.”

 “Toda a lavagem, por exemplo, foi feita com ozônio, dispensando o uso de agentes químicos.”

 “As peças são amaciadas apenas uma vez, o que demanda somente 1 enxágue, representa economias que vão de 60% a 90% na utilização do recurso hídrico.”

 “Nosso fornecedor de lavanderia também faz a parte dele, ao operar com um software que faz medição e controle do consumo de água, agentes químicos, energia e mão de obra.”

FARM:

Pedro Horta, representante da brand, dividiu com o grupo que a empresa vem vivendo toda uma mudança de posicionamento em vez de focar em apenas uma linha.

“O jeans está sendo todo repensado, por exemplo:

A matéria prima será 100% algodão.

Todos os agentes químicos serão biodegradáveis

Os ciclos de lavagem, também serão menores.”

Lista de presença do segundo encontro das Guardiãs da Água na Moda:

ECOERA: Carolina Albiero, Chiara Gadaleta e Renata Namo/ VICUNHA: Bruno Corradi Rabello, Francisco Gonzalez, Marcel Imaizumi e Maria Estela Rodrigues/ LUNELLI: Deizimara de Oliveira/ DAMYLLER: Jordana Damiani/ ABIT: Luiza de Figueiredo Pinto Lorenzetti/ FARM: Pedro Horta/ SOU DE ALGODAO: Catarina Guedes Franco Limas Gomes, Manami Kawaguchi e Silmara Ferraresi/ MARISA: Carla Bello, Glaucia Santos, Jizélia Mendes, Vanessa Giácomo, Jéssica Marques, Fabiana Gross e Marcelo Gianini/ CONVIDADA ESPECIAL: Marussia Whately

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

USE A SUA VOZ PARA PROVOCAR MUDANÇAS NA MODA!

Preencha o formulário e descubra como você pode ajudar a MODA a reduzir seu consumo de água!
Faça parte dessa causa!